inSitu.Moura zona industrial_[bilores_uma queijaria]

Projecto de residência artística na fábrica de queijo artesanal Bilores, na zona industrial de Moura. A apresentação final foi realizada na Galeria do Museu Municipal,
após um período de atelier aberto na Galeria do Matadouro. A exposição apresenta uma re-elaboração dos registos recolhidos na fábrica, reflectindo os vários aspectos
da experiência.

No período de tempo da residência, a artista instala um atelier/laboratório na fábrica, munido de material de desenho e pintura, impressora e computer portátil,
propondo-se a documentar o espaço/tempo da sua permanência e as relações que aí estabelece. Ao longo dos dias, numa parede do corredor expõe as suas impressões
diárias, abrindo a participação a todos os ocupantes do espaço. Estes ‘posts’ apresentam-se sobe a forma de frases, palavras, desenhos, fotografias, etc. A sua estrutura
não é fixa e pode crescer em múltiplas direcções. Estas afixações por sua vez suscitam a interacção e a colocação de outras como resposta por associação de ideias ou
de formas. No final de maio o material elaborado é trasladado para a Galeria do ex-matadouro, onde a artista continua a trabalhar num regime de atelier aberto até à
data do evento inaugural.

InSitu é um programa itinerante de residência/laboratório de arte adaptado a variadas situações de grupo. A sua base teórica é desenvolvida no âmbito dos estudos
especializados em Arte Contemporânea e Curadoria na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Este projecto de estética relacional tem como ponto de partida
a valorização e o reconhecimento do contexto onde se inscreve e como objectivo a promoção e a divulgação das práticas artísticas através da acção participativa.
A sua finalidade é originar discursos e potenciar a reflexão. Procurando fazer dialogar a multiplicidade das linguagens e perspectivas, num contexto de empatia e
proximidade com recurso à dimensão estética.

exhibition view _ Museu Municipal de Moura, 2017

exhibition view _ Museu Municipal de Moura, 2017